O Carnaval está chegando e a maioria das pessoas costumam viajar nessa época do ano, preocupados com a segurança, os motoristas costumam fazer uma revisão no carro e muitas vezes acabam sendo enganados, principalmente na troca dos amortecedores. Para ajuda-los a não cair em armadilhas preparamos algumas dicas pra saber a hora de trocar o seu amortecedor.

Ao contrário do que muitos pensam não dá para confiar em prazo por quilometragens, pois depende muito do piso por onde roda e do estilo de direção. Há amortecedor que não chega a 50.000 km, há outros que atingem os 150.000 km. Além disso, existem vários tutoriais no YouTube de dicas para testar o amortecedor assim: pressiona a traseira duas vezes para baixo e a solta bruscamente, se a suspensão balançar para cima e para baixo muitas vezes, o amortecedor já era. Tal teste não chega a ser um mito, porém é uma avaliação subjetiva, pois depende das características da suspensão de cada veículo.

A melhor hora para a troca são em carros que trepidam muito em oscilações da pista, cuja traseira balança mais que gelatina ou em carros que, se ao entrar em uma curva, parece que o veículo desgarra e joga a traseira.

Ruídos toda vez que a suspensão trabalha é outro indício. E, se ao encarar o buraco mais inocente, a suspensão dá final de curso (ouve-se uma batida seca), pode levar o veículo imediatamente a uma concessionária ou oficina.

A perda de altura do carro indica problema na mola, que também precisa ser trocada. Fique atento também à sua pintura: se houver fissura ou algo que danificou a tinta, a peça pode enferrujar e ter a durabilidade comprometida.

Caso alguma dessas situações se encaixa com a sua, procure uma concessionaria ou uma oficina e peça ajuda a um especialista.