rodas-de-liga-leve

Considerado um dos acessórios mais cobiçados, a roda de liga leve virou o queridinho dos motoristas. Porém, existe uma parcela de motoristas que não abre mão das tradicionais rodas de aço com calota.  Ao contrário do que se pensa, a diferença entre os modelos de aço e de liga leve não está na resistência, mas sim em outros pontos.

Muitos motoristas acreditam que, ao utilizar as rodas de liga leve, o carro terá um aumento de desempenho, mas pensar que o carro irá acelerar e parar mais rapidamente por conta das rodas é algo muito equivocado: a melhora é quase imperceptível. Pouco modelos têm rodas construídas com ligas nobres a ponto de apresentar uma redução significativa de peso.

Porem a opção por rodas de liga leve oferece outra vantagem, elas fazem parte do que chamamos de massa não suspensa, ou seja, que não se encontra apoiada na suspensão. Submetendo a suspensão a um esforço menor, e isso a longo prazo faz diferença.

Quanto a resistência ambos os modelos de rodas são equivalentes as rodas são peças móveis submetidas às mais variadas e severas condições, principalmente em países como o Brasil, com ruas e estradas tão esburacadas. Assim, não importa se a roda utilizada será de aço estampado ou de liga: elas passam pelos mesmos testes.

Rodas de liga também têm maior tolerância a reparos, desde que a mão-de-obra seja especializada e os materiais e equipamentos empregados sejam de ponta. Já o reparo de uma roda de aço não vale a pena: o custo de uma peça nova é tão baixo que raramente compensa.